ela não vai vir


(leia ouvindo essa música)

Hoje ela não veio. A gente tinha combinado aquele mesmo dia e horário de sempre. Esperei por alguns minutos quando me dei conta de que ela não viria mesmo. Percebi o porque: eu não tinha cumprido o acordo. Ela é solta, gosta de transbordar por outros universo. Naquele momento me vi ali,

tentando aprisioná-la. Mas ela não era só minha.

A inspiração é do mundo, e é danada e tinosa.

Suas condições são claras: presença e entrega. E era óbvio que eu não estava ali. Estava imersa num meio de listas. Meu corpo estava num lugar onde já não queria estar. Queria mesmo é deitar sem compromisso nenhum e ouvir músicas que me levassem a outros universos e sensações. Minha cabeça pesava e mesmo assim eu insistia praquele encontro. A gente faz isso, né? Insiste por orgulho, apego, ego e outros milhões demotivos que não convencem nem o fundo da gente mesmo.

A inspiração é suada, mas é bicho solto, não gosta de obrigações e aprisionamentos.

A gente cultiva amizade e constância, mas ela só brilha se você também estiver brilhando.

É por isso que agora eu vou ali deitar no tapete e viajar pra outras galáxias.

Um beijo e que vocês também se encontrem, Sil

Posts Recentes

Arquivo

Casamentos e presentes especiais feitos à mão