Do que é feito o poema?


(leia ouvindo essa música)

Num curto recorte no tempo, sente a sutileza do movimento profundo e lento, coloque-se. Mexa bem. Retire antes de ficar pronto. Não se esqueça de lembrar que o problema é não ser poema. Apre(sente-se), ele te espera. Ando curtindo um movimento lento, mergulhando devagarzinho em novas ideias e projetos. E quanto mais eu nado, mais coisas lindas aparecem. Semana passada estava trabalhando em uma fazenda pertinho de Inhotim (segura essa informação ai que já já vem mais notícias incríveis sobre isso!).

Lá pude deixar o tempo agir mais.

Acho que quando a gente tá em paz com o tempo, ele traz as verdades e a clareza em curvas misteriosas e também acolhedoras.

Desconfio que o tempo é uma mulher. Um beijo com tempo, Sil

imagem: John Singer Sargent, Study for The Spanish Dancer, c. 1879, oil on canvas

Posts Recentes