cheguei


Cheguei, me perdi, me pelei da bateria acabar e não encontrar o lugar. O Google Maps tem pauzinhos. As pessoas sorriem e te cumprimentam em um ritmo bonito. São gentis. Achei o lugar. Os lugares, aliás, são pequenos. A privada esquenta o assento, a torneira liga sozinha. Comi um salgado onde tocava música de natal em um país que não existe Natal. dormi dividindo a cama com uma menina que nunca vi ou conversei. Essa foto é a vista que tive quando eu acordei. Achei simbólico. Por enquanto, o lugar onde eu estou parece uma vilinha onde todos parecem poder viver só.

Posts Recentes

Arquivo

Casamentos e presentes especiais feitos à mão