Pra que a pressa?


(Leia esse texto ouvindo essa música.)

Aceite para assentar O silêncio tem poder de azeitar. Consente o que sente. Receba, abra, abrace. O novo, o velho, o fim, o começo. Fins são turbulentos, Arenosos.

Há algo de histérico que paira no ar, com choques constantes. Mas todo fim é também a possibilidade do começo de algo novo. E se você assim desejar, fim é abertura e não encerramento. O fim é um tempo de assentar, e é através do silêncio e da calma que a gente ouve o que será. que gera a clareza pra olhar como foi e por quê não foi. E assim, a gente consegue abrir-se para abraçar o novo que quer nos encontrar.

O ano está acabando. Foi bem turbulento, mas acredito que veio cheio de aprendizados e boas descobertas. Desejo então um bom descanso, encontros verdadeiros e claras reflexões, que tudo isso nos faça melhores seres humanos, mais leves e abertos. Um bom fim para um excelente começo.

Muito obrigada por estar comigo até aqui! :) um beijo, Sil

*** Esse texto foi escrito originalmente para a QuintaLeve, em dezembro de 2015. Toda quinta, eu escrevo textos sobre a vida, as novidades do meu trabalho, insights e inspiracões. É a Quintaleve, de quintal, de leveza, de afeto. Cadastre-se e receba: www.silviastrass.com ***

Posts Recentes